Avaliação da percepção de cooperação desportiva: Propriedades psicométricas da adaptação portuguesa do CCD

Pedro L Almeida, J Lameiras, S Martins, A Olmedilla, E Ortega, A Garcia-Mas

Resumo


O principal objectivo do presente artigo é apresentar uma sugestão de versão portuguesa do Questionário de Cooperação Desportiva (Garcia-Mas et al., 2006). Este instrumento avalia o grau de cooperação numa situação desportiva, baseada na interacção interpessoal e na busca dos objectivos por parte dos jogadores relativamente aos objectivos da equipa, do treinador e dos seus companheiros. As qualidades psicométricas do instrumento foram avaliadas numa amostra de 127 atletas praticantes de futebol. A análise factorial confirmatória original revelou que os dados obtidos com a versão portuguesa não apresentam uma total sobreposição aos obtidos com a versão espanhola. Assim, adoptando uma estratégia exploratória e tendo em conta a dupla fonte de cooperação (disposicional e situacional), propôs-se uma forma de melhorar a validade de constructo do questionário através de uma nova estrutura factorial e da eliminação de alguns itens. A versão final do QCD-p é composta por 12 itens distribuídos por dois factores disposicionais (Cooperação Condicionada e Cooperação Incondicionada) e um factor situacional (Cooperação com o Treinador).


Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/lp.622

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrónico: 1646-6004 | Copyright © ISPA - Instituto Universitário, 2012 | Portal otimizado para Internet Explorer 10, Firefox 32+, Chrome 37+ e Safari 5+.