Normas de valência e familiaridade de “não-palavras” portuguesas

Ana Domingos, Teresa Garcia-Marques

Resumo


Uma lista de 429 “não-palavras” foi avaliada relativamente à sua familiaridade e valência percebidas, por uma amostra de estudantes universitários. As “não-palavras” foram elaboradas com base na listagem de palavras estudadas por Garcia-Marques (2003), substituindo letras das palavras originais por outras letras. São apresentadas para cada uma das “não-palavras” as médias, desvios-padrão e intervalos de confiança a 95%. Os estímulos encontram-se ordenados por ordem crescente dos valores de cada uma das dimensões referidas.


Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/lp.693

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrónico: 1646-6004 | Copyright © ISPA - Instituto Universitário, 2012 | Portal otimizado para Internet Explorer 10, Firefox 32+, Chrome 37+ e Safari 5+.