Produção de evocações e reconhecimentos falsos em 100 listas de palavras associadas portuguesas

Pedro B. Albuquerque

Resumo


O paradigma DRM tem sido usado de forma intensa na produção de ilusões de memória em contexto laboratorial a partir de materiais tão simples quanto o são listas de palavras associadas a um item crítico. O objectivo deste artigo é o de apresentar os índices de evocação falsa e reconhecimento falso para 100 listas de palavras portuguesas criadas a partir de uma tarefa de produção de associados (Albuquerque, 2001). Os participantes deste estudo foram estudantes universitários portugueses que realizaram o procedimento criado por Roediger e McDermott (1995, experiência 1). Os resultados, à semelhança do que acontece noutras línguas, revelam que as percentagens de falsa evocação e falso reconhecimento produzidas através do paradigma são muito robustas (30% e 59%, respectivamente).

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/lp.766

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrónico: 1646-6004 | Copyright © ISPA - Instituto Universitário, 2012 | Portal otimizado para Internet Explorer 10, Firefox 32+, Chrome 37+ e Safari 5+.