Reconhecimento de palavras com primação na activação de inferências espontâneas de traço

Diana Orghian, Tânia Ramos, Joana Reis, Leonel Garcia-Marques

Resumo


O primeiro objetivo deste artigo é chamar a atenção para um artefacto existente nos estudos que exploram o fenómeno das Inferências Espontâneas de Traço (IETs). Esses estudos utilizam, na maior parte das vezes, descrições comportamentais que implicam fortemente um traço de personalidade acerca do ator do comportamento. No entanto, uma potencial limitação deste tipo de material é a possibilidade de os traços ficarem ativados devido à presença de palavras específicas na frase (primação com base na palavra) e não, ou não apenas, devido a uma inferência feita a partir do comportamento descrito na frase como um todo (primação com base no texto). Este aspeto tem sido recorrentemente ignorado na literatura. Neste artigo, discutimos como a primação com base na palavra pode estar a afetar a interpretação dos resultados existentes na literatura. O segundo objetivo é fornecer uma solução para esta limitação. Criámos, assim, um conjunto de materiais constituídos por 122 frases implicativas de traços, acompanhadas pelos seus traços correspondentes (implicados nas mesmas) e por frases controlo. As frases controlo têm aproximadamente as mesmas palavras que as frases implicativas de traços, mas rearranjadas de tal forma a não implicarem mais os traços críticos. Mantendo as palavras contantes, consegue-se controlar para a ativação vinda de palavras específicas da frase. Assim, diferenças de ativação entre os dois tipos de frases, pode ser atribuída a inferências verdadeiras que considerem a frase como tudo. Investigadores interessados em investigar as IETs na língua portuguesa, podem utilizar este material nos seus estudos. Com este artigo, esperamos estimular a discussão acerca dos mecanismos responsáveis pela ativação de traços personalidade em estudos sobre IETs.

Palavras-chave


Inferências, Inferências espontâneas de traço, Ativação com base na palavra, Frases rearranjadas.

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.1319

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - Instituto Universitário, 2012 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons 'CC BY-NC '