Uma visão fenomenológica-existencial em psicologia da saúde?!

Edgar Correia

Resumo


Neste artigo pretende-se questionar a opção epistemológica da Psicologia da Saúde, assente em modelos que o autor considera mecanicistas e neutralizadores da subjectividade experiencial do ser-doente. A postura fenomenológica e a compreensão existencial do ser-doente são apresentadas como aportes vantajosos para a Psicologia da Saúde, já que permitem uma aproximação ao paciente, evitando o perigo da medicalização da Psicologia.


Palavras-chave


Psicologia da Saúde; Fenomenologia; Existencialismo

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.173

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC