Risco psicossocial e psicopatologia em adolescentes com percurso delinquente

Ida Timóteo Lemos

Resumo


Muitos dos estudos realizados no âmbito da delinquência juvenil tendem a dar suporte a uma conceptualização socio-ecológica da delinquência juvenil, a qual sugere que esta é multideterminada pela inter-relação recíproca e dinâmica das características do indivíduo e dos sistemas sociais chave (Agnew, 2003). Neste artigo, apresentamos os resultados de um estudo conduzido com o objectivo de identificar retrospectivamente, num grupo de adolescentes delinquentes, um conjunto de factores de risco psicossocial, tipologia do comportamento delinquente e história de risco ou adversidade psicossocial na infância. A investigação centrou-se ainda na compreensão da relação entre estes factores e indicadores de sintomatologia psicopatológica.

O estudo integrou um total de 63 adolescentes abrangidos pela Lei Tutelar Educativa e os dados foram recolhidos na região sul do país. Como instrumentos de recolha de dados, foram utilizados o Índice Geral de Sintomas (IGS) do Brief Symptom Inventory e um questionário de caracterização construído com base na revisão da literatura sobre os indicadores de risco psicossocial para comportamento anti-social na adolescência, destacando-se a tipologia de risco psicossocial estabelecida por Born, Chevalier e Humblet (1997) e a taxonomia desenvolvimental do comportamento anti-social de Moffit (1993). Os resultados obtidos sugerem que os adolescentes cujos pais apresentam uma relação conflituosa tendem a apresentar um índice de sintomas psicopatológicos significativamente superior ao dos adolescentes cujos pais não revelam conflitos aparentes. No entanto, o relato de psicopatologia não parece ser significativamente superior nos jovens com indicadores de acontecimentos negativos na infância (separações de pais, ausência de figura paterna, institucionalizações, maus-tratos na infância, conflitos entre os pais). No presente artigo são discutidos os resultados obtidos, consideradas algumas limitações do estudo e efectuadas propostas de investigações futuras.


Palavras-chave


Comportamento anti-social; Delinquência juvenil; Factores de risco psicossocial; Lei tutelar educativa; Psicopatologia

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.258

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - Instituto Universitário, 2012 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons 'CC BY-NC '