O mundo do texto e a psicoterapia fenomenológico-existencial

Daniel Sousa

Resumo


A fenomenologia hermenêutica tal como proposta por Paul Ricoeur é objecto de análise, em particular, a sua raiz heideggeriana e a noção de mundo do texto. Dois problemas são colocados ao terapeuta; o afastamento do modelo dialogal e a recusa da hermenêutica de uma psicologia do sujeito. O paradigma textual é então exposto em analogia com a acção humana, englobando uma resposta à problemática entre explicação e compreensão. Os contributos do autor são colocados em discussão com uma psicologia de cariz cultural, defendida por Jerome Bruner, e, com o campo psicoterapêutico, nomeadamente, com as abordagens fenomenológico-existenciais.

Palavras-chave


Fenomenologia; hermenêutica; Ricoeur; psicoterapia; fenomenologia-existencial

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.268

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC