Atribuição de sintomas, comportamentos de saúde e adesão em utentes de Centro de Saúde da Zona Norte

Maria Graça Pereira, Sofia Silva

Resumo


Este artigo descreve um estudo, na área da psicologia da saúde, sobre a relação entre o estilo atribucional de sintomas, a prática de comportamentos saudáveis e a adesão terapêutica (avaliada em termos de toma demedicamentos). A amostra é composta por utentes de três Centros de Saúde num total de 246 sujeitos seleccionados a partir do método de amostragem estratificada para o concelho de Braga. A avaliação psicométrica incluiu o questionário de Estilo de Atribuição de Sintomas, o questionário de Hábitos de Saúde, a escala de Atitudes face aos Médicos e Medicina e escala de Adesão Terapêutica.

Os resultados apontam na direcção duma relação positiva entre prática de comportamentos saudáveis e adesão terapêutica, entre o estilo atribucional somático e atitudes negativas face aos médicos. Registaram-se também diferenças ao nível do género na prática de comportamentos saudáveis. Os resultados obtidos enfatizam a necessidade de programas de promoção de saúde sobretudo nos homens e a necessidade de inclusão de variáveis cognitivas, neste caso o estilo atribucional, na prática médica.


Palavras-chave


Medicina familiar; variáveis cognitivas; comportamento saudável

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.276

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC