Vinculação e comportamentos de saúde: Estudo exploratório de uma escala de avaliação da vinculação em adolescentes

José Pais-Ribeiro, Marisa Sousa

Resumo


Os objectivos da presente investigação são: estudar as propriedades psicométricas do Questionário de Vinculação para Adolescentes e a relação entre dimensões de vinculação e comportamentos de saúde. Procedeu-se à adaptação para português (lexical, cultural, conceptual, operacional, e de medida) da versão em língua inglesa que se passou-se a uma amostra de 515 participantes de uma população de estudantes do ensino secundário, dos 9.º e 12.º anos de escolaridade, de ambos os sexos (60,7% sexo feminino), com idades entre os 14 e os 20 anos. Utilizou-se também um questionário de avaliação de comportamentos de saúde com 28 itens distribuídos por 10 dimensões.

A exploração das características métricas do questionário mostra que a versão portuguesa exibe características semelhantes à escala original, pelo que os pressupostos associados à escala original se podem generalizar à versão portuguesa. Os resultados mostram ainda que melhor vinculação está associada a melhores comportamentos de saúde, sugerindo-se que esta variável deve ser considerada em programas de promoção de comportamentos de saúde em adolescentes.


Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.283

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC