No quotidiano da dor: A procura dos cuidados de saúde

Maria do Rosário Dias, José Américo A. Brito

Resumo


A dor é um dos sintomas que levam os indivíduos a procurar cuidados de saúde, sendo importante continuar a estudar os factores implicados na percepção da dor e, consequentemente, na procura desses cuidados. Pretende-se, neste estudo, estudar a relação existente entre a percepção da dor que os sujeitos sentem no momento e a procura de locais de prestação de cuidados de saúde que reduzam a intensidade da dor percepcionada, numa amostra de 1357 sujeitos, de ambos os sexos (M=675 e F=682), com idades compreendidas entre os 15 e os 90 anos, que se encontravam nos estabelecimentos de saúde seleccionados para este estudo, na Região de «Lisboa e Vale do Tejo».

O instrumentoutilizado foi a tradução portuguesa do West Haven-Yale Multidimensional Pain Inventory (WHYMPI). Os resultados do presente estudo, ao mesmo exploratório e pioneiro, sugerem a existência de uma relação entre dor percepcionada e local escolhido para a prestação dos cuidados de saúde, revelando-se o hospital como o local de maior prevalência de escolha. Recomenda-se o aprofundamento da investigação neste contexto, cuja pertinência se ancora na necessidade de uma resposta optimizada do sistema de saúde, quer em termos da melhoria da qualidade de vida dos doentes com dor, quer em termos de racionalidade económica dos serviços prestados.


Palavras-chave


Dor; percepção da dor; procura de cuidados de saúde; locais de prestação de cuidados de saúde

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.286

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC