As implicações do género nas crenças e atitudes perante o VIH/SIDA

Victor Cláudio, Paula Sousa

Resumo


Neste estudo tivemos como objectivo comparar as crenças e atitudes perante o VIH/SIDA , entre jovens do sexo feminino e do sexo masculino. A nossa amostra era composta por 1000 sujeitos, 506 do sexo feminino e 494 do sexo masculino, do ensino superior e secundário. Utilizamos um questionário (Cláudio, Gouveia Pereira, Robalo), composto por questões de associação livre, questões abertas e questões fechadas.

Os resultados indicaram diferenças nas crenças e atitudes, perante o VIH /SIDA, entre os dois grupos. Propomos a elaboração de programas de prevenção diferenciados para cada um dos sexos, levando em conta as crenças e atitudes encontradas.


Palavras-chave


Crenças e atitudes; VIH/SIDA, género, jovens

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.31

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC