Programa de intervenção nas interacções pais-filhos “Desenvolver a Sorrir” – Estudo exploratório

M. Zuzarte, M. Calheiros

Resumo


Este artigo descreve um Programa de intervenção nas interacções pais-filhos, em contextos lúdicos de aprendizagem, o qual é direccionado para famílias “de risco” com crianças até aos 3 anos. Apresenta ainda, um estudo de carácter exploratório onde se avalia a eficácia do programa. O Programa, que tem por objectivo desenvolver competências parentais através da modelagem e experimentação de interacções positivas em sete sessões, foi aplicado a 19 díades pais (Idade M=28.5; DP=9.48) criança (Idade M=21 meses; DP=0.99) em contexto domiciliário. As interacções das 19 díades foram avaliadas com o NCATS – Teaching Scale e o HOME utilizando-se um desenho de avaliação pré-pós teste. Os resultados indicam diferenças significativas em todas as áreas do meio da criança (estimulação diária, materiais lúdicos, ambiente, envolvimento e responsividade emocional e verbal dos pais) e da qualidade da interacção das díades (sensibilidade aos sinais, resposta ao descontentamento, promoção do desenvolvimento, clareza dos sinais e responsividade ao adulto). Não obstante o carácter exploratório do estudo, considera-se que quer a adesão e satisfação dos pais, quer os efeitos positivos do programa nas interacções das díades apontam para a pertinência da prossecução do seu estudo de validação com vista à sua generalização.


Palavras-chave


Desenvolvimento infantil; Famílias de risco; Interacção; Pais-filhos; Programa de intervenção

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.350

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC