Elementos psicoterapêuticos na reabilitação dos sujeitos com incapacidades físicas adquiridas

Rui Aragão Oliveira

Resumo


O autor aborda as principais questões inerentes ao processo psicoterapêutico dos sujeitos com incapacidades físicas adquiridas, salientando por um lado a dimensão dos processos relacionais na evolução da doença física, e por outro lado definindo as questões do suporte social como um recurso importante para a promoção da saúde, influenciando temáticas como a mortalidade, a morbilidade e o isolamento social; este último especificamente desencadeado pela incapacidade física adquirida.

São realçados os aspectos psicológicos envolvidos nos casos particulares dos doentes hemiplégicos, vítimas de Acidente Vascular Cerebral, e dos sujeitos que sofreram amputações, procurando simultaneamente oferecer uma panorâmica geral dos contributos dos múltiplos autores que, nas últimas duas décadas, têm de uma forma mais ou menos exaustiva, tomado este assunto como objecto de investigação.


Palavras-chave


Psicoterapia; suporte social; hemiplégia; amputação

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.391

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC