Valores familiares dos estudantes finalistas da Universidade do Algarve

Sofia Freire

Resumo


Numa altura em que a família se encontra a sofrer grandes alterações, quer em termos da sua estrutura quer em termos da sua concepção, parece constituir matéria importante de estudo, a maneira como os jovens a concebem. Assim, vai-se apresentar, neste artigo, os valores familiares defendidos pelos estudantes finalistas, em 1995/1996, da Universidade do Algarve. O instrumento de pesquisa utilizado foi um questionário constituído por 46 perguntas relativas aos valores dominantes na cultura ocidental - valores relacionados com a família, trabalho, justiça, igualdade, liberdade, paz, nacionalidade, etc. (Figueiredo, 1988).

Os resultados obtidos demonstram que a família assume um lugar preponderante na vida destes jovens e que estes defendemos novos valores da família. Esta é entendida por estes jovens como uma espaço de realização pessoal, que promove o crescimento, a autonomia, o bem-estar interior. Para além disso, o casamento surge dissociado da procriação e educação dos filhos e já não coincide com o início do relacionamento sexual. Por último, os cônjuges surgem com deveres e direitos idênticos.


Palavras-chave


Valores; família; mudança; inquérito; estudantes

Texto Completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14417/ap.405

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Nº ERC: 107494 | ISSN (in print): 0870-8231 | ISSN (online): 1646-6020 | Copyright © ISPA - CRL, 2012 | Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa | NIF: 501313672 | O portal e metadados estão licenciados sob a licença Creative Commons CC BY-NC