A identidade (homo)sexual e os seus determinantes: Implicações para a saúde

Henrique Pereira, Isabel Pereira Leal

Abstract


Este artigo tem como objectivo fornecer um enquadramento explicativo do modo como os indivíduos que se identificam como homossexuais constroem a sua identidade e como a construção de uma identidade positiva tem implicações para a saúde. É apresentado um modelo de construção da identidade homossexual baseado em sete fases: a (in)compatibilidade na compreensão dos papéis sexuais sociais, o reconhecimento da diferença, a confusão identitária, a tolerância identitária, a aceitação privada, a aceitação privada e integrada e a abertura total. São também exploradas as implicações de uma construção positiva da identidade para a saúde física e psicológica, bem como os determinantes a ela associadas.

Procurando dar corpo metodológico a este objectivo, delineou-se uma investigação com a participação de 805 indivíduos que responderam ao questionário de identidade homossexual.

Dos resultados obtidos, verificaram-se como determinantes correlacionados com uma boa construção da identidade, as seguintes variáveis: “apoio dos amigos”, “força do self”, “auto-estima”, “número de parceiros”, “qualidade de relacionamentos”, “gratificação sexual” e “discriminação indirecta”. Apresentaram-se negativamente correlacionadas as seguintes variáveis: “apoio familiar”, “discriminação directa”, “preocupações com a saúde” e “afiliação religiosa/ideológica”.


Keywords


Identidade homossexual; determinantes; saúde



DOI: https://doi.org/10.14417/ap.95

Refbacks

  • There are currently no refbacks.